domingo, 8 de julho de 2012




Tem coisas que o corpo sente e o outro acolhe... Vozes se calam no tempo, no canto, na parede... Pinturas no corpo, na alma, e no olhar... Pernas desenham um sorriso de luz, correndo, deslizam por algum lugar, longe da sanidade, bem mais perto da loucura!



Um comentário:

  1. E sigo feliz por ser louco neste mundo que muitos consideram normal!

    ResponderExcluir